terça-feira, novembro 18, 2008

Cinema na Malaposta

4 Documentários

Portugueses Premiados

Sessões apresentadas e debate com a presença dos realizadores

Extensão Doclisboa

Festival Internacional de Cinema Documental

M/6

21 e 22 de Novembro às 18h30 e 21h30

Sexta-feira - 21 Novembro - 21h30


Queria Ser
de Sílvia Firmino
75´ Portugal 2008
Prémio Sony para melhor primeira obra portuguesa
Uma escola primária em risco de fechar no interior de Portugal. Dez alunos, do primeiro ao quarto ano lectivo, numa mesma sala. Um filme que vai à procura de um programa de reforço à leitura e encontra a força, as ambições e os medos destas crianças.





Sábado - 22 Novembro - 18h30
O Segredo
de Edgar Feldman
25´ Portugal 2008
Prémio Tobis para o melhor documentário português de curta-metragem
António Dias Lourenço, hoje com 94 anos, comunista, relembra os anos de encarceramento no Forte de Peniche, durante a ditadura fascista em Portugal, focando-se no episódio da sua evasão em 1954. É essa fuga, de uma coragem física notável, que o filme pretende mostrar. Percorrendo a velha cadeia de alta segurança e o que resta do antigo edifício, Dias Lourenço evoca as peripécias pelas quais passou para se evadir e mostra algumas das salas onde ele e os seus camaradas viviam diariamente. Foi depois de ter sido castigado a um mês de “segredo” (um cubículo sem luz destinado às piores reprimendas) que resolveu engendrar uma das mais bem sucedidas e espectaculares fugas.




Nacional 206
de Catarina Alves Costa
53’ Portugal 2008
Prémio AVID para melhor montagem

Fábrica de têxteis. Estrada Nacional 206, entre Guimarães e Famalicão, no Vale do Ave. À procura de testemunhos sobre os percursos escolares, encontramos o quotidiano e a rotina de uma fábrica que nunca pára, dia e noite, e dos que nela trabalham. O filme mostra uma empresa com oitenta anos, ainda nas mãos da terceira geração de familiares do Sr. Oliveira, o fundador. Com 1200 trabalhadores, exporta 80% da sua produção para a Alemanha, os EUA e o Japão produzindo tecido de grande qualidade para marcas como Armani e Hugo Boss. Dentro dos seus corredores e maquinaria, seguimos o quotidiano e rotina dos trabalhadores que nos falam da escola, e do seu percurso profissional e pessoal.





21h30
Bab Sebta
de Pedro Pinho e Frederico Lobo
110´ Portugal 2008
Grande Prémio Tobis para o melhor documentário português de longa-metragem
Bab Sebta significa em árabe a porta de Ceuta e é o nome da passagem na fronteira entre Marrocos e Ceuta. É o local para onde convergem aqueles que, vindos de várias partes de Africa, procuram chegar à Europa. O filme Bab Sebta percorre quatro cidades ao encontro dos tempos da espera e das vozes desses viajantes.


Centro Cultural Malaposta Municipália EM
Rua Angola, Olival Basto
2620-492 Odivelas
Tel: 21 938 31 00 Metro: Senhor Roubado
www.malaposta.pt